• Reitor da Universidade Federal do Pará destaca a importância da Universitec

  • Em reunião no CNPq, Ministro propõe força-tarefa contra cortes nos fundos de ciência

  • Consórcio com empresa paraense vence licitação internacional

Recém-formados ajudam empresas a inovar e se tornam saída para melhorar economia local

AddThis Social Bookmark Button

 

Como se faz em dia de jogo de futebol, um grupo de colegas se reuniu, sentou à mesa, virou alguns copos e conferiu os smartphones, à espera de uma classificação. Era final de abril, num fast food que fica na Orla de Salvador, e os interioranos estavam dispostos a rir ou chorar juntos, ansiosos pelo ultimato de uma seleção iniciada em janeiro. Sessenta deles, no total, já haviam passado para a última fase, mas só 40 seguiram em campo, contratados até 2019.

Bolsistas selecionados e capacitados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), eles devem ajudar, até setembro, 1.600 pequenas empresas de oito regiões da Bahia a tentar superar desafios de crescimento, tornando-as mais competitivas por meio de ações inovadoras. No caminho, os recém-formados ganham musculatura empreendedora e não deixam que pequenos comércios, serviços e indústrias fechem as portas.

“Tenho aprendido que o universo empresarial tem suas especificidades e mesmo que minha formação em Psicologia me ajude a perceber pessoas, ler contextos e comportamentos, é fundamental essa separação entre as profissões”, avalia Laís Santos, 26 anos, graduada pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Ela, assim como a professora de biologia Ediane Eduão, a advogada Clara Carvalho, o administrador Danilo Carvalho, o engenheiro florestal José Linhares e seus colegas com outras formações acadêmicas já não atendem necessariamente pelo título que consta no diploma de graduação. São, hoje, agentes locais de inovação (ALI), integrantes de um programa de mesmo nome, e têm a oportunidade de ajudar a terra natal ou aquela que escolheram para viver.

Leia mais...

 

Estudantes participaram de reunião sobre criação de empresa júnior

AddThis Social Bookmark Button

Movidos pela vontade de abrir uma empresa júnior, estudantes de diversos cursos da Universidade Federal do Pará (UFPA) estiveram presentes, na última terça-feira (30), na reunião promovida pela Agência de Inovação Tecnológica (Universitec) em parceria com a Federação Paraense de Empresas Juniores, a Pará Júnior. Cerca de 50 pessoas participaram da reunião, que aconteceu no auditório da Agência.

A coordenadora de empreendedorismo, Leila Furtado, apresentou aos estudantes a proposta de incentivo a criação de empresas juniores. “A Universitec, como responsável pela promoção do empreendedorismo no âmbito da UFPA, não poderia deixar de participar ativamente dessa iniciativa empreendedora e com sua expertise e rede de contatos da qual fazem partes diversos atores locais, regionais e nacionais estará, a partir de agora, trabalhando para potencializar iniciativas de criação e consolidação de Empresa Juniores na UFPA. Qualificação, informação e divulgação farão parte do apoio que será oferecido aos interessados”.

Leia mais...

 

Empresa de chocolate será parceira da ed.ufpa na Feira do Livro

AddThis Social Bookmark Button

Editora da UFPA e a Nayah Sabores da Amazônia serão parceiras pela primeira vez na Feira Pan-Amazônica do Livro. Por ocasião dos lançamentos e sessões de autógrafos com os autores, o público degustará diversos tipos e sabores de chocolates, além do Chácolate, um chá feito da casca do cacau. As sessões com degustação vão acontecer no Espaço UFPA 60 anos, o estande da ed.ufpa na XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, nos dias 28 e 31 de maio e nos dias 2 e 3 de junho.

Os chocolates degustados são artesanais e produzidos com a semente do cacau e do cupuaçu. As matérias-primas utilizadas na produção são regionais, provenientes de Medicilândia, Tucumã, Tomé-Açu, Barcarena e da Ilha do Combu, e contribuem com o desenvolvimento sustentável da região.

Leia mais...

 

Notícias da Anprotec – Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores

AddThis Social Bookmark Button

 

Comissão debaterá ações para o desenvolvimento do setor tecnológico

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, da Câmara dos Deputados, tem audiência pública, nesta quarta-feira (24), para debater as ações para o desenvolvimento do setor tecnológico brasileiro. O objetivo é discutir especialmente as ações referentes à indústria brasileira de software e serviços de tecnologia da informação.

O debate terá a presença do presidente da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), gestora do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, "considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações”.  O deputado Paulo Magalhães ressalta que essa entidade “trabalha de forma articulada com a iniciativa privada, junto a mais de seis mil empresas em todo o Brasil e com vários governos estaduais e municipais, centros acadêmicos e instituições de fomento”.

Foram convidados para debater o assunto com os integrantes do colegiado o secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Maximiliano Salvadori Martinhão; o presidente da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) , Ruben Delgado; e o presidente da Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo), Edgar Christian Tardio Serrano. A audiência ocorrerá no plenário 13, a partir das 11h30.

(Fonte: Agência Câmara)

Leia mais...

 

Universitec realizará reunião sobre Empresa Júnior

AddThis Social Bookmark Button

Atendendo a uma demanda crescente apresentada por diversos cursos, a Agência de Inovação Tecnológica (Universitec) reunirá com alunos da Universidade Federal do Pará (UFPA) interessados em abrir Empresa Júnior, na próxima terça-feira (30) as 11h, no auditório da Agência.

O objetivo da reunião é identificar grupos que estão se organizando para abrir e/ou incentivar alunos a formar equipes em seus cursos para a criação de uma empresa, além de conhecer as dificuldades que esses estudantes estão enfrentando para, assim, definir o papel da Universitec nesse processo.  

Segundo a coordenadora de Empreendedorimso, Leila Furtado, o movimento de criação de Empresas Juniores precisa ser reanimado, pois atualmente encontra-se em baixa. “Alunos de cursos como Engenharia da Computação, Engenharia Mecânica e Informática já passaram por essa experiência empreendedora e agora estudantes de Oceanografia e Engenharia Química, por exemplo, estão se mobilizando para criar suas empresas. Precisamos atuar juntos para reacender essa chama empreendedora muito importante para a formação de nossos alunos”, ressalta.

Leia mais...

 

Universitec na Mídia
Empresas Incubadas
Empresas Graduadas
Vitrine Tecnológica
Rede Namor

; friv 4 school
cilt bakimi cilt bakim sac bakimi cilt bakimi sac bakimi diyet makyaj makyaj teknikleri guzellik guzellik maskeleri
instagram beğeni hilesi instagram takipçi kasma instagram takipçi hile instagram takipçi hilesi
satılık eksisozluk hesabı kilo verme Gelinlik modelleri liseli porno pendik escort pendik escort